Tempo de matar cachorro

Tempo de Matar Cachorro (cena 1)

Kim Woo, 22, caminha pelo Centro de Fortaleza à noite . As ruas estão praticamente desertas. Seus passos são largos e constantes. De repente um cachorro late alto de dentro de uma casa.

Kin está frustrado com seu trabalho na loja de confecções do pai em Fortaleza. Ao saber da chegada de sul-coreanos para as obras de uma siderúrgica no Pecém, ele percebe a oportunidade e muda-se para São Gonçalo do Amarante, onde abre um restaurante de comida sul-coreana. Kyn é bem sucedido até apaixonar-se por Woo-kyun, um jovem operário sul-coreano que irá devorá-lo e fundará a primeira empresa de exportação de carne de cachorro do Brasil.

ARTISTAS PESQUISADORES

Pedro Rocha de Oliveira

Diretor e produtor audiovisual, com experiência em jornalismo, crítica cultural e cinema. Vencedor do prêmio de melhor filme Ceará/Maranhão/Piauí, no V Festival Jericoacoara de Cinema Digital. Selecionado para a Mostra Olhar do Ceará, do 26º Cine Ceará. Licenciado pela CineBrasilTV.

Leandro Alves Barbosa

Produtor, roteirista e diretor audiovisual.

Lab. de Artes Visuais

  • 051/Grande Circular
  • Isolamento Compulsório
  • Novas Abordagens Perceptivas do Real
  • Sonho causado pelo voo de uma abelha ao redor de uma romã, um segundo antes de acordar

Lab. de Audiovisual

  • Ocre
  • Estrada Aberta
  • Tempo de matar cachorro
  • Telma
  • Perdido
  • 7 CAIXAS

Lab. de Dança

  • 233 A, 720 Khalos
  • Afrontamento
  • Afrontamento
  • Corpos Embarcados

Lab. de Música

  • Sila Crvs A.O.A
  • Iracema Som Sistema
  • Ode ao Mar Atlântico
  • Orquestra Popular do Nordeste

Lab. de Teatro

  • Caldeirão de água no deserto – realidades e utopias?.
  • DESPEJADAS
  • Nossos Mortos
  • O retorno a Juberlano