No mês de agosto.2017 – continuamos o processo de formatação de arranjos nas músicas, mixagens das coletas sonoras realizadas nas comunidades de terreiros. Entre os dias: 01/08 a 12/08 foram realizados ensaios e encontros de estudos maturando todo o processo dessa imersão que aconteceria nos dias seguintes, por conta da primeira visita da tutoria de Arto Lindsay (responsável pelo desenvolvimento do projeto no Laboratório de Criação em Música). Como dito, além dos ensaios e encontros de estudo – realizamos visita na CEUSA – Centro Espírita de Umbanda Sagradas Águas, localizada no Jardim Jatobá na região periférica da cidade de Fortaleza/CE. A partir da visita, desenvolvemos processos de gravação e escutas na conhecidas “giras”(encontro litúrgicos que acontecem nas comunidades umbandistas).

Dia de aprendizado e bastante escuta – conversas sobre a relação do terreiro com seu entorno, os participantes e conhecer a tradição e história da casa. Nos dias 14, 15, 16 de agosto – recebemos a visita da tutoria de Arto Lindsay – nosso primeiro contato de trabalho, o primeiro dia foi de imersão no estúdio apresentando as canções no primeiro instante e com isto, ambientando o mesmo sobre os processos e conversas que antes de dava no campo das redes virtuais (Skype,WhatzApp) e telefones. Foram dias de intensas vivências/trocas de saberes de inúmeras referências de discos, produções, músicas, instalações que o produtor/compositor trabalhou. Paralelamente, aos ensaios realizamos visitas e gravações de campo na tradicional Festa de Iemanjá (durante os festejos de umbanda na cidade de Fortaleza/CE) – pós-estúdio fomos para o aterro de iracema acompanhar os festejos e preparações de oferendas; nos festejos visitamos tendas que ali estavam instaladas, terreiros das mais diversas localidades da cidade/estado: Maranguape/CE, Maracanaú/CE, Siqueira/CE, Jardim Jatobá/CE entre outros.

Na terça-feira (15/08), iniciamos os trabalhos a partir de 09h (seguindo o cronograma criado por Arto Lindsay) entre 12 horas de trabalhos envolvendo conversas, estúdio, musicalidade, exercícios de improvisação livr, arranjos e escuta sonora, . Resolvemos aplicar uma metodologia para este dia, focando nas músicas/canções e experimentos sonoros – questões como timbragem, silêncio, intensidade e execução musical foram colocações e indicações elencadas pelo mesmo. Exercícios de Improvisos, Arrranjos Musicais, criação e tocar outros instrumentos para além da zona de conforto que os mesmos instrumentos que nos dedicamos à executá-lo intuitivamente e tecnicamente. Arto, assumiu uma função de arranjador e produtor para aprimorar cada vez mais esta etapa de construção – nesse dia, mais um dia dos festejos de umbanda, Arto nos acompanhou nos trajetos de coletas sonoras e visuais do projeto, levantando questionamentos e apontamentos do nosso processo.

Nos dias seguintes, trabalhamos nas canções desenvolvidaas, como: Miragem Maia, Ode ao Mar Atlântico, Concreta, Estrada Errada – percebendo as nuances de novos timbres e dinâmicas das mesmas. Testamos novos efeitos que desenvolvemos e apresentamos para ele fazer testes sonoros -Nas trocas de saberes, Eden Barbosa (pesquisador/integrante) apresentou parte de sua coleção de vinis de umbanda e cânticos de terreiros – muitas citações e escutas permearam esta etapa. Outras narrativas laboratoriais aconteciam pelas conversas constantes pós-execução das músicas – experiência que reverbera ainda em nossas mentes e corações.

 

 

                                                                                    Arto Lindsay

Eden Barbosa (à esquerda)  e Arto Lindsay

 

(da esq. à dir.) Eduardo Scarpinelli, Diego Maia, Rami Freitas, Eden Barbosa, Arto Lindsay  e Naiara Lopes

Arto Lindsay e Eric Barbosa

 Diego Maia

Lab. de Artes Visuais

  • 051/Grande Circular
  • Isolamento Compulsório
  • Novas Abordagens Perceptivas do Real
  • Sonho causado pelo voo de uma abelha ao redor de uma romã, um segundo antes de acordar

Lab. de Audiovisual

  • Ocre
  • Estrada Aberta
  • Tempo de matar cachorro
  • Telma
  • Perdido
  • 7 CAIXAS

Lab. de Dança

  • 233 A, 720 Khalos
  • Afrontamento
  • Afrontamento
  • Corpos Embarcados

Lab. de Música

  • Sila Crvs A.O.A
  • Iracema Som Sistema
  • Ode ao Mar Atlântico
  • Orquestra Popular do Nordeste

Lab. de Teatro

  • Caldeirão de água no deserto – realidades e utopias?.
  • DESPEJADAS
  • Nossos Mortos
  • O retorno a Juberlano