Alegrai-vos ó Chefe esclarecido
Pois que extinta está a cruel guerra:
Já respira alegria toda a terra,
Já se esquece do que tem padecido.

Alegrai-vos Congresso enobrecido,
Que a paz, a Santa paz que o mal desterra,
A guerra afugentou que tudo aterra,
E tudo deixa a cinzas reduzido!

Venceu a justa causa: aniquilado
Esse monstro ficou, esse Tirano,
Que há de perpetuamente ser odiado.

Regozija-te ó bravo lusitano!
Vivas repete, Exército aliado!
Exulta de prazer, Americano!

Pacheco Espinosa

Foto: Alvaro Ximenes

Lab. de Artes Visuais

  • 051/Grande Circular
  • Isolamento Compulsório
  • Novas Abordagens Perceptivas do Real
  • Sonho causado pelo voo de uma abelha ao redor de uma romã, um segundo antes de acordar

Lab. de Audiovisual

  • Ocre
  • Estrada Aberta
  • Tempo de matar cachorro
  • Telma
  • Perdido
  • 7 CAIXAS

Lab. de Dança

  • 233 A, 720 Khalos
  • Afrontamento
  • Afrontamento
  • Corpos Embarcados

Lab. de Música

  • Sila Crvs A.O.A
  • Iracema Som Sistema
  • Ode ao Mar Atlântico
  • Orquestra Popular do Nordeste

Lab. de Teatro

  • Caldeirão de água no deserto – realidades e utopias?.
  • DESPEJADAS
  • Nossos Mortos
  • O retorno a Juberlano